12 de dezembro de 2012

Não, ainda não acabou.

  Não consigo suportar essa distância que existe entre nós. Na verdade, não me pergunte como eu resisti até agora. Para quem gostava de ouvir a sua respiração pelo telefone, de sentir seus lábios no meu pescoço, de poder acariciar suas macias mãos, eu até que aguentei muito tempo. Tento manter minhas mãos ocupadas, caso contrário eu sou capaz de pegar o telefone, discar seu número e ouvir a sua voz no outro lado da linha.Dói saber que tem outra no meu lugar. Dói pensar que é ela quem está sendo tocada por você, e não eu.
   Lembro dos dias frios do mês de fevereiro, em que ficávamos embaixo do edredom, agarradinhos e assistindo filme. Na verdade, o nome do filme eu não lembro. Não lembro do título, do enredo e nem dos personagens. Passei toda aquela tarde te admirando e agradecendo à Deus pelo fato dele ter te colocado no meu caminho.
    Os dias seguintes não foram justos conosco, e eu lamento por isso. Comecei tentando fazer algo certo, porém tive resultados contrários. Contudo, o futuro reserva surpresa para ambos os lados, e nada nos custa a esperá-lo.
     Obrigada por me fazer feliz durante esse tempo, tive uma sorte quando me tornei sua. Talvez eu possa voltar a fazer parte da sua vida. Como eu sei disso ? Pelo simples fato de que a nossa história ainda não acabou.



- Laris.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...