23 de janeiro de 2013

E você nem sabe a existência dessas palavras.

     Emma_llensa_2_large
      Minhas atitudes fazem transparecer com que eu não me importe mais. No entanto, eu estou me roendo por dentro. É claro que eu me incomodo de vê-lo nos braços de outra. É por isso que eu despejo minha raiva, dor e arrependimentos em palavras. Ela te faz feliz ? Ótimo, que bom para vocês. Só queria saber se o que a gente viveu não foi verdadeiro. É, eu sei. Foi real, porém eu fiz o favor de estragar tudo, né? Eu sei. Desculpe-me, mas se você pudesse me ver, nesse exato momento, saberia o quão arrependida eu estou. Eu sei que errei, e não foi só uma vez. Sei que "desculpas" não vai te trazer de volta, foi isso que me segurou para não ir à sua casa e ajoelhar-se aos seus pés implorando perdão.
       Você nem sabe da existência dessas palavras, afinal eu passo por você e finjo que não o conheço, totalmente ao contrário do que vivemos. Conheço-te, muito bem, por sinal. Mas tudo o que eu te desejo é que ela consiga arrancar mais sorrisos seus (lindos, por sinal) do que eu consegui.
         Hoje, eu estou feliz por você estar com ela, mas , ontem , eu não sentia assim ; era como se a solidão e o vazio me dominassem , ao mesmo tempo. Tento não ser egoísta , por isso , estou deixando - o seguir a sua vida e tentando seguir a minha. Mas isso não quer dizer que eu não te ame mais.

      

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...