13 de julho de 2014

Resenha - A Princesa Adormecida


E quem nunca sonhou em ser a princesa Aurora? Dormir, e ser acordada com o beijo do homem da sua vida? Hoje, vemos várias formas como as princesas da Disney e suas histórias são retratados no mundo contemporâneo. Há toda uma história, um enredo envolvente. Um exemplo é o filme Malévola, um sucesso de bilheteria, com um elenco incrível e que souberam, realmente, formar um novo ângulo do sucesso da Disney A Bela Adormecida, sem, claro, tirar o essencial da história, o enredo real. Isso, poucos consegue fazer.

Claro, os poucos que eu digo, entre eles, está nossa tão adorável Paula Pimenta. Com o  recente livro dela, e já sucesso, "A Princesa Adormecida", ela conseguiu fazer a mesma coisa, criar uma nova história, mas com o mesmo enredo, a mesma "essência" da história original. 
Paula Pimenta fez-me apaixonar por ela (mais uma vez, se é que isso é possível). Com essa alma doce, com essa incríveis palavras e com esses contos de fadas que faz com que sonhemos acordados.


A "Princesa Adormecida" é a mais nova obra de arte de uma das minhas escritoras favoritas. A história conta como é a vida de Aurora, uma princesa que, por ser ameaçada de morte, é obrigada, aos cinco anos, a deixar seus pais, seus avós, seu castelo e sua coroa para trás, em busca de ter uma vida plena, sem ameaça alguma de algum inimigo dos seus pais.
Diante disso, ela vai morar com os três tios, passando a se chamar de Ana Rosa, por segurança dela. Super protetores, os tios não a deixam sair. Porém, aos 11 anos, decidem colocá-la numa escola só para meninas, onde ela conhece suas melhores amigas.
No dia do seu aniversário de 16 anos, Clara, uma de suas amigas, prepara uma surpresa pra Rosa, e a leva em um bar que fica próximo a escola, um ambiente que é fora da realidade de Rosa. Por ser um local onde a maioria dos frequentadores serem jovens, logo Ana Rosa se simpatiza, chegando a dançar com a Dj que toca no local naquele momento. 
O que ela não esperava é que, além de conhecer, pela primeira vez, um local de festas, ela também desperta a paixão em um garoto, que, por sinal, já fez parte da vida dela, no passado, um passado em que ela não se recorda direito.
Essa leitura foi tão maravilhosa que eu não consegui largar o livro até terminá-lo e descobrir o desfecho para essa história encantadora, o que foi necessário cerca de três horas.

Merece, sem nenhum questionamento, cinco estrelinhas.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...