10 de outubro de 2014

[Resenha] Sábado a Noite - Babi Dewet



Quem não gosta de ser popular na escola, né? Ser invejada pela maioria das pessoas, e ser vista como a mais bela (o) do "pedaço", além de ser referência para os outros alunos. Parece que Babi Dewte sabe bem como é isso, ou pensa saber, uma vez que ela criou cinco garotas que representam bem o que significa popularidade e reuniu-as na sua "obra-prima" Sábado a Noite.

Vou logo avisando para vocês: a resenha a seguir tem spoiller, uma vez que eu não sei fazer resenha sem falar alguma coisa do livro. Certo, mas chega de blá blá blá, e vamos ao ponto da postagem.

Ok, vou confessar para vocês que eu juguei sim o livro pela capa. Eu sei o quanto isso foi estúpido da minha parte, e confesso ainda que terminei de lê-lo em poucos dias, uma vez que a minha rotina nada colabora, mas eu sei um jeitinho nisso. Não consegui acreditar: como eu não tinha lido Sábado a noite, antes? Fui burra nesse ponto. Vou confessar uma coisa pra vocês: não sou romântica. Mesmo! Só sou quando eu estou doente, ou realmente seja necessário demonstrar meus sentimentos, seja por amiga (o) ou namorado. Mas acho incrivelmente fofo quando isso acontece externamento a mim, em livros por exemplo.

Amanda, Carol, Anna, Guida e Maya embelezam a escola onde estudam, e deixam os garotos de "queixo caído" com tanta beleza. Outro grupinho (e mais detestável) da escola são os marotos. Os meninos que gostam de encrenca, os nerds. Daniel, Bruno, Caio, Fred e Rafael conseguem colocar o colégio de cabeça para baixo.

O livro começa contando a rotina dessas lindas meninas, o quanto são populares, e o quanto atraem os marotos. Acontece que Bruno, o melhor amigo de Amanda, já se relacionou com Carol, e o relacionamento dos dois não acabou de uma forma muito agradável. Amanda, por sua vez, acabou se aproximando de Daniel, melhor amigo de Bruno, e criou sentimentos por ele mais que amigáveis, e Daniel nutria o mesmo sentimento pela garota. No entanto, após o término de Carol e Bruno, os dois se afastaram, mas o modo como um olhava para o outro continuou o mesmo; o sentimento continou o mesmo.

Acontece que Amanda guarda um segredo de uma das suas amigas que ameaça que ela viva esse amor, e acaba desapontando Daniel algumas vezes, deixando o garoto muitas vezes confuso.

O livro narra esse amor adolescente, essa relação entre amor x amizade, o que vir primeiro, quem escolher primeiro. Mostra algo que a maioria das pessoas (inclusive eu) passou, o impasse de amizade e namoro. Vendo do lado de fora, é horrível, é confuso, é chato, mas a história é maravilhosa; já não vejo a hora de ler a continuação (isso, tem uma continuação - todos glorifiquem de pé). Vamos torcer para que, no final, tudo dê certo, e esse amorzinho prevaleça.

O melhor de tudo é que a Babi Dewet tem um blog, e tem como ficarmos sabendo mais sobre seus livros lá, caso haja alguma curiosidade, esse é o blog dela.

Então é isso, pessoal; já estou contando os dias para ler a continuação desse romance tão fofinho.


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...