6 de novembro de 2014

Dupla resenha: Sábado à noite 2 e A Casa de Hades

Nada como fazer a resenha dos livros que você mais gostou de ler em todo o ano de 2014. Um especial do blog: um post com duas maravilhosas resenhas. Eu sempre vivo falando isso, mas, sério, com a faculdade, meu tempo para hobbies torna-se quase mínimo, e isso é bem chato. Meu curso exige do aluno muita leitura. Leitura de textos da matéria, leitura de livros antigos para a aula de Literatura e afins. Desse jeito, acabo tendo pouco tempo para a literatura que eu realmente gosto e que faço questão de passar horas lendo. Mesmo com essa correria, sempre procuro disponibilizar um tempinho para minhas leituras contemporâneas, nem que seja pela madrugada hahahaha!!

Então, foi nesse âmbito que eu consegui tempo para ler o segundo e maravilhoso livro da trilogia de Sábado a noite e A Casa de Hades. Minha resenha vai começar por este último, uma vez que foi o primeiro a ler, então...vamos lá!!  ALERTA SPOILER! 


A Casa de Hades

Para quem leu o terceiro livro da segunda saga envolvendo Percy Jackson, sabe que ele acaba de reencontrar com Anabeth, sua namorado, e devido às aventuras que eles passam com os amigos, Anabeth cai numa armadilha onde a leva para o Mundo Inferior, mas Percy insiste e não a deixa cair na armadilha sozinha. Pois então, o terceiro livro termina quando os dois caem em direção a Casa de Hades, deixando os fans loucos por meses e se perguntando como eles dois sobreviverão ao, literalmente, inferno rsrsrs. 

Depois de alguns meses, A Casa de Hades chega às livraria e mata nossa curiosidade, abordando como Annabeth e Percy conseguem sobrevivem perto dos monstros que eles dois mandaram para lá. Enquanto isso, seus amigos, Leo, Jason, Piper, Frank, Hazel, têm o objetivo de chegarem ao local exato onde Gaia, a mãe terra, pretende "nascer", para evitarem que isto aconteça e para salvar seus dois amigos, Percy e Annabeth. Acontece que o caminho não é tão fácil e rápido como eles imaginaram, surgindo Deuses e monstros para distrai-los e tornarem a viagem mais demorada que o esperado. Já no mundo inferior, Percy e Annabeth têm a ajuda de um antigo amigo, que os guia para o local onde tem as portas que dão acesso ao mundo real. Mas, se esconder dos monstros que os dois mataram não é tão fácil, tornando a viagem mais perigosa. Além disso, a Casa de Hades não foi feita para semideuses, ou seja, não há água, não há comida, não ar apropriado para o corpo de um semideus, tornando a viagem perigosa e cansativa. 

Porém, mesmo com esses contratempos, já podemos imaginar o final, não é mesmo? Mesmo com os monstros e com o fato de quase morrerem no mundo inferior, os dois conseguem voltar, e dar continuidade à profecia onde sete semideuses vão impedir Gaia de se reerguer. 

Vou desabafar com vocês: quando li A Culpa é das estrelas, eu não chorei; achei o livro incrível e super fofo. Mas, ao ler A Casa de Hades, chorei sim, e não foi pouco. Só quem o leu sabe o motivo, não darei esse gostinho para vocês, terão que ler o livro para saber o motivo das minhas lágrimas. Acontece que não foi um choro de um ou dois minutos, foram litros de lágrimas, minha gente (brincadeira), mas logo me recompus e adorei cada página desse livro. 

Aproveitando que as férias estão chegando, que tal procurar ler mitologia grega? É super interessante, te mostra outro mundo, além das curiosidades. Por isso, recomendo muito a série Os Heróis do Olimpo, do famoso Rick Riordan, que sabe despertar em mim essa curiosidade sobre o que é a mitologia grega. 





Sábado a noite 2

Para quem eu SAN ou a resenha dele, sabe que Amanda sempre foi a mais popular, a mais bonitas e a mais queridinha da escola de Alta Granada. No entanto, essa realidade muda quando as pessoas a culpam por ter sido a responsável por acabar com a melhor banda da cidade, a Scotty. 

Depois de fazer algumas besteiras no primeiro livro da trilogia, Amanda paga pelas consequências. Suas amigas estão chateada com ela por Amanda ter guardado segredos delas, e seu melhor amigo está culpando-a por ter "mandado" Daniel embora. No final, Kevin é quem dá apoio à menina, fazendo ela aguentar aquilo tudo, até que todos esqueçam o ocorrido; acontece, é que as pessoas não esquecem com tanta facilidade assim. 

Depois de muito tempo sem os seus melhores amigos, Amanda pensa no ocorrido, pensa no que fez, pensa na besteira que Daniel fez com ela, e, aos poucos, vai dando continuidade a sua vida, tentando esquecer o que houve, e dando prioridade às provas finais da escola. Aos poucos, tudo vai voltando ao normal, Amanda se desculpa com as meninas, os meninos que, antes, compunham a banda Scotty volta a falar com ela e tudo vai caminhando para um bom e razoável fim de ano. Até que...

Certo dia, na verdade. no dia do baile de formatura de Fred, Daniel reaparece mexendo de vez com a menina, fazendo com que suas pernas fiquem bambas e sua respiração acelerada. Depois de tanto tempo dedicando-se para ficar bem outra vez e fingir que nada estava faltando, tudo é perdido em questão de de minutos quando ela o vê novamente. Juro para vocês que nunca ansiei tanto por um reencontro. 

Com relação ao restante do livro, com relação ao final, Babi, definitivamente, queria acabar com os nossos corações, afinal, ele fez isso com o meu da primeira página à última. A história te surpreende e te envolve de um jeito que você só consegue largar o livro quando termina a última página, e, quando termina a última página, quer logo saber o que vem no terceiro livro. Quer saber, Babi? Você acabou comigo! E eu não vejo a hora de ler o terceiro livro dessa linda e fofa história de amor. 






Mais uma postagem para vocês, pessoal, e espero que tenham gostado das minhas palavras. Até a próxima!! =*

Larissa Carneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...