9 de março de 2015

Resenha: Orgulho e Preconceito - Jane Austen

Untitled

Contei para vocês aqui que gostaria de ler diversos livros em 2015, incluindo Orgulho e Preconceito. Por mais que eu esteja um pouco lenta com essa lista, devido às aulas, consegui lê-lo. Por isso, resolvi fazer uma resenha do livro e contar um pouquinho dessa cultura inglesa do século XIX que eu conheci mais de perto. 

Sempre gostei de romance, mas não dos antigos. Sempre os via com outros olhos, mas não toleráveis para mim. No meu primeiro semestre na faculdade, eu tive uma professora que fazia questão que todos seus alunos lessem Jane Austen, e compreendessem o estilo de escrita dela. 


Untitled

Como eu sempre gostei do filme, fiz questão de ir logo atrás do livro, mesmo tendo sabendo a linguagem antiga que ele trás. No entanto, desde a primeira página até a última, fiquei encantada com os personagens, com as histórias e acontecimentos que ocorrem com todos. 

Revoltei-me, apaixonei-me. Cheguei a uma conclusão que, nem sempre o que aparenta é o que, realmente, somos. O que os outros dizem de nós nem sempre é a pura verdade. No livro, há injustiças, e elas fazem com que você o arremesse na parede ou coisa do tipo (eu não podia fazer isso, uma vez que o livro é da biblioteca universitária). 

Apesar disso tudo, a gente conhece um pouquinho de cada personagem, um pouquinho de como era os costumes da época. Uma simples pegada na mão já era digna de casório, ou dava a impressão que você tinha sentimentos pela moça. Tudo muito surreal comparado aos dias de hoje. Mas essa impressão, nós já tiramos do filme, né. 


pride and prejudice stills - Pesquisa Google 

Já fiz uma resenha pequena do livro e do filme, mas vou contá-la novamente. A história mostra um pouquinho sobre a família Bennet composta por sete pessoas: cinco filhas, mãe e pai. Um dos maiores desejos de Mrs Bennet é casar todas as suas filhas, de preferência, com homens ricos e bem sucedidos. Mr Bennet só se importa com a felicidade de todas. 

Uma mansão próxima à casa dos Bennet foi alugada por um riço e bonito homem, Mr. Bingley. Com ele, mudou-se Mr. Darcy. De início, Bingley já desperta a atenção de Jane Bennet, a filha mais velha. Por sua vez, a beleza da jovem também desperta atração em Bingley. 

O livro fala sobre as injustiças que acalentam esse casal, um amor quase impossível entre Mr. Darcy e Elizabeth e em como as pessoas ricas e parentes dos dois rapazes não gostariam nada dessas uniões. São muitas coisas que rolam, e vemos o quanto os rapazes fazem para conquistar o coração de suas amadas.

Cheguei à uma conclusão de que eu necessito de um Mr. Darcy na minha vida (brincadeira, afinal, eu já tenho o meu hahahah...). 

Então, gente, vocês já leram Orgulho e Preconceito? Não acham que Jane Austen fez um ótimo trabalho deixando esse romance tão amável para nós? Qual a primeira impressão de vocês? 

Dou cinco estrelinhas

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...