15 de julho de 2016

Eu finjo que não sinto sua falta

Imagem de girl, tumblr, and grunge
via
Eu posso até fingir que nada aconteceu. Posso até fingir que você nunca existiu. Posso até fingir que eu nunca te conheci e nem senti seus toques. Posso até ir para uma balada, pegar o maior número possível de garotos, beber todas até cair no chão, rir das besteiras que as outras pessoas falam, posso até cansar de dançar. Posso fazer tudo isso e muito mais, e, mesmo com todas as bebidas, mesmo com todos os beijos diferentes, mesmo com todas as baladas por mim frequentadas, jamais a sua imagem vai sair da minha mente.

Eu posso saber que não ficamos por muito tempo, mas foi o suficiente para você me marcar de um jeito que nenhuma outra pessoa o fez. Foi o suficiente para que eu me acostumasse com a sua presença nos meus dias. Foi suficiente para me acostumar com as caronas até à faculdade ou com os beijos com gosto de pastilha de menta. Foi o suficiente...

Eu posso até fingir que eu estou bem e que nada aconteceu nos últimos dias. Posso fingir que não acabamos pelos meus ciúmes bobos. Posso sorrir para as minhas amigas, ao mesmo tempo em que elas sabem que eu não estou sorrindo por dentro, posso fingir que não olho suas redes sociais ou que pouco me importo com o que você anda fazendo. Eu gosto, sabe, eu gosto de fingir para mim mesma, ao mesmo tempo em que eu não acho saudável.

Eu ainda gosto de me imaginar ao seu lado, mesmo tendo a certeza que isso não acontecerá mais. Ainda posso me imaginar no banco do carona do seu carro, indo em direção nenhuma, com uma música bem lenta tocando no som.

Posso imaginar mil coisas, mas eu sei que, uma hora, eu vou parar, e minha mente vai cansar, e, sinceramente? Eu espero ansiosamente para que essa hora chegue, porque tudo tem limite, inclusive minha imaginação!


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...